Páginas

6 de jan de 2011

GOVERNADOR EMPOSSA NOVA EQUIPE DE GOVERNO

(Cel PM Renato assina a posse)
Belo Horizonte/MG (03/01/2011) - O governador Antonio Anastasia deu posse, nesta segunda-feira (03/01), aos novos secretários de Estado, comandantes e chefes das forças de segurança e assessores diretos do Governo de Minas Gerais afirmando que ética e responsabilidade deverão ser os valores que nortearão o trabalho da equipe nos próximos quatro anos. Segundo o governador, o compromisso da equipe deve ser com a inovação e a meta principal será distribuir os frutos do desenvolvimento entre todos os mineiros, buscando sempre a redução das diferenças regionais.
Além dos secretários, também tomaram posse o advogado geral do Estado, Marco Antônio Romanelli, o controlador geral do Estado, Moacyr Lobato, o chefe do Escritório de Prioridades Estratégicas, Tadeu Barreto, o comandante da Polícia Militar, coronel Renato Vieira de Souza, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sílvio Antônio Melo, o chefe da Polícia Civil, Jairo Léllis, o chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Luís Carlos Martins e o secretário geral, Gustavo Magalhães.

Ética e responsabilidade são pressupostos fundamentais para qualquer equipe de governo no Brasil e no mundo. Em primeiro lugar, a ética que é o compromisso com a nossa sociedade, trabalharmos bem de maneira inovadora. E a responsabilidade, naturalmente, percebendo que é para fazer o melhor para Minas Gerais e para o Brasil. Temos uma equipe consolidada, muito experiente, com diversos perfis profissionais e estamos certos de que vamos fazer um belo governo e dar continuidade ao que aconteceu em Minas nos últimos oito anos. E, o mais importante, honrando a confiança dos mineiros que nos deram o seu apoio nas eleições passadas”, afirmou o governador, em entrevista.

OUSADIA E EFICIÊNCIA
Na solenidade, no Palácio Tiradentes, o governador convocou os novos auxiliares para enfrentar com ousadia os desafios impostos à administração pública. Ele disse que é preciso trabalhar pelo interesse de Minas e do serviço público, mantendo o mesmo patamar de qualidade da gestão alcançado nos últimos oito anos, reconhecido dentro e fora do país.

Estamos muito tranqüilos porque já temos hoje em Minas Gerais uma metodologia de gestão pública que é considerada referencial no Brasil e até exemplo no mundo, como tive os relatos do Banco Mundial e do Banco Interamericano. Então, já temos a forma de fazê-lo e o conteúdo é aquele apresentado. Aos programas que já tínhamos, vão ser dada continuidade, e novos programas serão introduzidos”, disse ele.

Durante a solenidade, foram empossados os 19 secretários e os três secretários extraordinários. De acordo com Anastasia, a nova estrutura administrativa reflete as prioridades do Governo de Minas.

Minas Gerais é o estado do Brasil que tem o menor número de secretarias de Estado e continua a ser assim. Tínhamos 19 secretários e temos agora 22. Desdobramos algumas subsecretarias. É importante lembrar que o Estado, nos últimos anos, avançou muito em diversas áreas. Na realidade, a estrutura administrativa reflete as prioridades e os projetos apresentados durante a nossa campanha”, afirmou o governador.

QUALIDADE DE VIDA

O secretário de Estado de Governo, Danilo de Castro, falando em nome da nova equipe, disse que a motivação principal nos próximos quatro anos será trabalhar para garantir mais qualidade de vida aos mineiros.

Trabalhar com governador Anastasia é conviver com a honradez. Nossa prioridade absoluta será a austeridade, a preocupação em gastar menos com a máquina para gastar mais com o cidadão. Vamos buscar novas saídas para os grandes problemas do Estado, tendo sempre como meta a redução da pobreza e da desigualdade, o equilíbrio entre as regiões, a geração de mais empregos, a consolidação de uma Minas mais justa e mais igual”, afirmou.

A ex-secretária extraordinária de Desenvolvimento dos Vales dos Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas, Elbe Brandão, falou em nome dos secretários que estão deixando o governo. Ela ressaltou os resultados positivos alcançados pelo Governo de Minas a partir da implantação do Choque de Gestão.

Vimos as contas públicas saírem do déficit para o superávit e o Choque de Gestão chegar a toda estrutura do Estado, possibilitando alcançar resultados claros em todas as áreas. Fizemos parte desse tempo, ciente que demos o melhor de nós mesmos e cumprimos, com dignidade, a missão que nos foi delegada”, disse ela.

NOVA EQUIPE

A equipe de governo passa a contar com três novas secretarias que nos governos anteriores atuaram como subsecretaria. São elas: Secretaria de Trabalho e Emprego, comandada por Carlos Pimenta; da Casa Civil e Relações Institucionais, que terá à frente Maria Coeli Simões, que respondia pela extinta Secretaria Extraordinária de Relações Institucionais. A Secretaria de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas deixa de ser “extraordinária” e se torna efetiva, tendo Gil Pereira à sua frente.

Outras 11 secretarias já existentes foram mantidas e serão comandadas por novos secretários no próximo mandato do governador Antonio Anastasia. São elas: Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Elmiro Nascimento), Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Nárcio Rodrigues), Cultura (Eliane Parreiras), Defesa Social (Lafayete Andrada), Desenvolvimento Econômico (Dorothea Werneck), Desenvolvimento Social (Wander Borges), Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Bilac Pinto), Esporte e da Juventude (Bráulio Braz), Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Adriano Magalhães), Transportes e Obras Públicas (Carlos Melles) e Turismo (Agostinho Patrus Filho).

Quatro secretários serão mantidos nas suas respectivas pastas. São eles: Antônio Jorge Souza Marques (Saúde), Danilo de Castro (Governo), Leonardo Colombini (Fazenda) e Renata Vilhena (Planejamento e Gestão). Já Ana Lúcia Gazzola deixará a Secretaria de Desenvolvimento Social e assumirá a Secretaria de Educação.

Também tomaram posse os três secretários extraordinários: da Regularização Fundiária, Manoel Costa, que respondia pela extinta Secretaria Extraordinária de Reforma Agrária; da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, que deixa a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira.

Além dos secretários, também tomaram posse o advogado geral do Estado, Marco Antônio Romanelli, o controlador geral do Estado, Moacyr Lobato, o chefe do Escritório de Prioridades Estratégicas, Tadeu Barreto, o comandante da Polícia Militar, coronel Renato Vieira de Souza, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sílvio Antônio Melo, o chefe da Polícia Civil, Jairo Léllis, o chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Luís Carlos Martins e o secretário geral, Gustavo Magalhães.

Foto: Agência Minas
Fonte: www.pmmg.mg.gov.br

Nenhum comentário: