Páginas

29 de dez de 2010

POLÍCIA DÁ DICAS DE SEGURANÇA

                EM CASO DE CHUVAS

Antes das chuvas faça limpeza dos telhados.
- Desobstrua as calhas e ladrões.
- M- antenha limpos os ralos, esgotos, galerias, valas.
- Evite jogar lixo nas encostas e córregos. Isso aumenta o perigo de deslizamentos e enchentes.
- Se puder, junte os vizinhos para retirar o lixo que já está lá. Peça ajuda a Prefeitura.
- Não deixe que a água que sai de sua casa cair direto no solo. Faça valetas, dirigindo a água para um local próprio.
- Retire entulhos dos quintais, áreas, becos, ruas, etc.
- Faça aterramento dos buracos que acumulam águas.
- Reforce ou escore muros e paredes pouco confiáveis.
- Providencie a poda ou corte de árvores com risco de queda (procure a Prefeitura, IEF, Corpo de Bombeiros e CEMIG, no caso de iminente queda sobre fiação).
- Não jogue lixo ou entulho nas bocas de lobo da rua, em córregos e rios.
- Evite obstruir a passagem de água fluvial de sua divisa com o vizinho.
- Evite armazenar grandes quantidades de alimentos, pois podem ser levados pelas águas ou entrar em processo de deterioração.
- Providencie material de primeiros socorros e medicamentos usuais da família.
- Incentive a criação de grupos de cooperação entre os moradores, em locais de risco.
- Estabeleça contatos e maior relacionamento com pessoas residentes nas proximidades, mas fora do local de risco, que possam receber e guardar seu mobiliário ou abrigar família, em caso de inundação.
- Procure conhecer, através da CODEMA (Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente)/Prefeitura de seu município, os abrigos e os meios de evacuação que serão utilizados em caso de calamidade.
- Durante as chuvas mantenha um membro da família atento e vigilante ao nível de subida das águas, mesmo à noite.
- Tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso.
- Fique atento aos sinais de desmoronamento: cercas, árvores e postes inclinados, trincas e rachaduras nas paredes ou no chão, perto dos barrancos, degraus junto aos barrancos, muros e paredes ?embarrigados.
- Não deixe as crianças brincarem em enxurradas à margem de córregos ou em beira de barrancos.
- Fique atento aos sinais de inundação: a água do córrego sobe rapidamente (mesmo que não estiver chovendo). A água do córrego fica barrenta. Se isso acontecer, procure abrigo seguro até a Prefeitura tomar as providências. Se você tiver dúvidas, peça uma vistoria.
- Não entre em pânico nem se arrisque tentando salvar móveis e objetos de valor. Sua vida vale muito mais.
- Deixe o rádio ligado em estações locais. Pode ser útil à captação de mensagens de esclarecimentos ou alarmes.
- Armazene água potável.
- Mantenha os objetos de maior valor, os móveis e aparelhos, na parte mais elevada da casa.
- Aparelhos elétricos quando molhados tornam-se perigosos. É melhor desligar a energia.
- Mantenha as portas e janelas da casa sempre bem fechadas ou trancadas, assim que seja necessário o abandono, a fim de evitar a entrada de escombros e de animais peçonhentos.
- Se notar que o nível da água está subindo, desligue a chave de luz.
- Seja rápido na iminência de inundações, desabamentos e soterramentos.
- Nos casos de maior gravidade (havendo muita infiltração, algum barulho estranhos, rachaduras nas paredes, etc.), abandone sua residência. É preferível perder bens à vida.
- Quem mora às margens de rios e próximo a encostas também deve sair de casa. Procure manter a calma acima de tudo.
- Providencie a evacuação do local e retirada das pessoas que ainda estão correndo riscos.
- Se possível, providencie socorro às vítimas.
- Transmita alarme aos vizinhos em caso de súbita elevação das águas.
- Nas ruas, evite abrigar-se sob árvores. Elas atraem raios, assim como seus galho podem ferir. Cuidado ainda com as marquises: elas podem estar em péssimo estado de conservação e desabar.
- Na iminência de ser levado pelas águas, procure agarrar-se em algum obstáculo ou subir em algum objeto flutuante.
- As águas das enchentes são pesadas e violentas. Mesmo que você saiba nadar bem, não se arrisque em travessias ou brincadeiras.
- Se seu mobiliário tiver de ser transportado para um abrigo, procure etiquetá-lo ou identificá-lo de alguma forma.
- Estando de carro procure um local alto e espere o nível de água baixar.
- Poças de água podem ocultar crateras ou buracos;
- Evite andar ao lado de caminhões e ônibus; a marola provocada por eles pode inundar o seu carro.
- Ao atravessar poças, mantenha aceleração contínua e evite trocar de marcha. Em hipótese alguma, a água pode entrar pelo cano de descarga.
- Caso seja atingido pela enchente ficar atento com as crianças.
- Colocar nas mãos e pés, sacos plásticos para evitar contato direto com a água poluída.
- Não esquecer dos animais domésticos.
- Desligar o relógio da energia elétrica.
- Fechar o hidrômetro de água.
- Deixar portas e janelas abertas.
- Ficar atentos com possíveis bichos como: cobras, aranhas e outros bichos que vem com as águas.
- Ajudar se possível o seu vizinho. 

                  AO VIAJAR
 
            Não comente sua viagem com pessoas estranhas por perto.
           Avise a um vizinho de confiança sobre a sua viagem. Se possível deixe um número de     telefone e ligue    de vez em quando para saber se está tudo bem. Ao se ausentar por um longo período, peça a um parente para visitar sua casa periodicamente. Suspenda a entrega de jornais e solicite a um vizinho para recolher a correspondência. Nunca deixe jóias ou dinheiro guardado dentro de casa mesmo que seja num cofre. Procure os cofres dos bancos. Reforce a fechadura da porta da frente. Feche bem todas as portas e janelas se possível com trancas. Desligue a campainha para evitar que pessoas fiquem testando para saber se existe alguém em casa. Evite colocar cadeados do lado de fora do portão. Isso pode mostrar que os moradores estão fora de casa. Só entregue as chaves de sua casa a pessoas de confiança.

 NAS COMPRAS 

Evite andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou em horário muito avançado, principalmente em locais desconhecidos;
Caso precise pedir informações, procure alguém autorizado ou dirija-se ao balcão de informações. Não peça ajuda ou informações para pessoas estranhas;
Não reaja durante um assalto. Mantenha-se calmo(a), por mais difícil que possa ser. Algumas mortes de pessoas ocorreram porque a vítima fez gestos bruscos, que foram traduzidos pelo criminoso como uma reação contra ele. Lembre-se de que o assaltante está atrás do dinheiro ou pertence de valor e costuma atirar somente quando fica assustado ou acuado.
Acautele-se contra pessoas desconhecidas que o abordarem em casas de diversão;
Em restaurantes abertos não pendure bolsas, máquinas fotográficas ou câmeras de vídeo nas cadeiras e nem as coloque no chão;
Não revele seus dados pessoais a pessoas desconhecidas, ainda que sejam eventuais companheiras de viagem;
Quando usar cartão de crédito, não o perca de vista, exija que seja utilizado na sua presença e confira com segurança o comprovante do vendedor;
Evite carregar consigo passaporte e cheques de viagem. Em caso de extravio, furto ou roubo, comunique imediatamente à Polícia local;
Evite ostentar jóias caras e não exiba grandes quantidades de dinheiro;
Durante os traslados, vigie de perto e ininterruptamente sua bagagem. Use etiquetas grandes e coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega.

Evite fazer compras sozinho. Leve sempre uma companhia, porque é mais seguro;
Prefira pagar com cheque ou cartão, para que não precise levar grandes quantias em dinheiro;
Prefira realizar compras durante o dia;
Não deixe a bolsa, carteira ou outros objetos comprados de forma descuidada.
Mantenha sua atenção, nunca perca contato visual, deixe-os sempre próximos a você;
Evite aglomerações, inclusive em ruas ou lojas;
Procure fazer suas compras em dias e horários de menor movimento;
Evite retirar sua carteira em público, principalmente em bares, lojas, locais de grande movimento, etc;
Bolsas, carteiras ou sacolas de compras devem ser transportadas junto e a frente do corpo, para o lado de dentro da calçada;
Evite carregar muitos pacotes ou sacolas, para não chamar atenção e evitar ter as duas mãos ocupadas;
Desconfie de empurrões ou esbarrões;
Dê preferência aos estabelecimentos comerciais que possua referência;
Não perca as crianças de vista enquanto olha vitrines ou faz compras; Identifique crianças pequenas que estejam com você. Alguns pais realizam compras em tempo quente e seco e deixam seus filhos no interior de veículos trancados. Tenha amor a seus filhos e leve-os juntos.
Evite utilizar jóias e roupas que chamem a atenção. Use roupas leves e confortáveis;
Tenha dinheiro separado para pequenas despesas;
Avise imediatamente a perda, o roubo ou o extravio de cartões ou talões bancários;
Tenha muita atenção a pessoas estranhas que se aproximam;
Suspeite de atrações públicas (cantores e demais artistas). Elas podem servir para tirar sua atenção e facilitar uma ação criminosa;
Pague com cheque cruzado e nominal ou cartão, evitando, assim, andar com quantias elevadas de dinheiro;
Cuidado no momento de efetuar o pagamento com cartões para evitar a clonagem. Não perca seu cartão de vista e certifique-se de sua utilização apenas na máquina de sua operadora;
Evite abrir a carteira em público. Se precisar fazê-lo, seja discreto e não permita que outras pessoas vejam seu conteúdo;
No caso de furto ou qualquer ocorrência policial, não perca tempo, comunique imediatamente à Polícia Militar mais próxima da área;
Não deixe a bolsa, carteira ou objetos comprados em locais que possam ser furtados;
Não entre em lojas muito cheias, para evitar aglomeração;
Procure fazer suas compras em horários de menor movimento na loja;
Nunca mostre dinheiro em público, principalmente em bares, restaurantes, lojas, cinemas, carrinhos de pipoca, etc.
Não carregue grandes importâncias em dinheiro ou outros valores. Se o fizer por necessidade imperiosa, procure guardar o numerário de modo seguro e discreto, evitando grandes aglomerações, quando agem os punguistas, que são os ?batedores de carteiras?, pois algumas pessoas podem não saber o significado, assim como em lugares sem movimento, onde poderão roubá-lo;
As mulheres devem carregar suas bolsas firmemente entre o braço e o corpo, mantendo a mão sobre seu fecho;
Separe previamente o dinheiro necessário para pequenas despesas, como café, cigarro, condução, etc. Siga diretamente para seu destino quando portar valores, não parando em bares ou casas de diversão;
Evite a ação dos cidadãos infratores, não ostentando correntes, relógios, medalhas, braceletes e outras jóias.  

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DA 59ª CIA PM





Nenhum comentário: