Páginas

18 de mai de 2010

PM APREENDE 90 PEDRAS DE CRACK EM OLIVEIRA

No dia 17MAI2010, por volta das 16:25 horas,  na cidade de Oliveira/MG,  a Polícia Militar em cumprimento a um Mandado de Busca e Apreensão, expedido pela Justiça compareceu a Rua João Augusto da Silva, São Sebastião, onde reside uma adolescente A. C. F. S,  15 anos, no local a PM procedeu buscas/revistas, sendo localizado em  um buraco no sofá, 90 pedras de uma substancia amarelada semelhante a droga conhecida por  “CRACK”, acondicionadas em envólucros plásticos, além da  quantia em dinheiro de R$ 537,00 (quinhentos e trinta e sete reais) distribuídos em cédulas  de valores diferentes. A menor declarou que as 90 pedras  de  “CRACK” e o dinheiro pertencem a cidadão conhecido por Wesley, vulgo “Rato”, também citado no MBA,  sendo que o mesmo lhe pediu para guardar. Dando continuidade a diligência, os Policiais militares comparecerão a Rua Cesário Machado, Bairro São Sebastião, onde reside o citado cidadão apontado pela menor infratora como dono da droga, porem o mesmo não  foi localizado. A PM na presença de testemunhas passou a vistoriar o local, sendo encontrado dentro de uma xícara 06 pedras de substancia amarelada semelhante a “CRACK” envolvidas em plásticos além da quantia em dinheiro de R$40,00 em cédulas de valores variados, e a quantia em moedas no valor de R$23,40. Foram localizados ainda os seguintes objetos de procedências duvidosas: 01 aparelho DVD da marca vicini, cor prata; 02 controles  de vídeo game superintendo, cor cinza; 02 controles de vídeo game da marca playstation, sendo um cinza e outro vermelho; 01 ferro de passar roupas; 01 maquina de fazer tatuagem; 01 aparelho de barbear elétrico; 01 aparelho  de telefone celular marca LG; 01 carregador de telefone celular da marca motorola; 01 carregador de celular sem marca; 05 fone para ouvido de aparelho celular; 01 relógio de pulso; 02 relógios de pulso dourado; 05 cabos de DVD; todos os matérias foram apreendidos e entregues na Depol. A menor infratora foi apreendida e encaminhada para Delegacia. O Conselho Tutelar acompanhou o desenrolar da ocorrência.

Nenhum comentário: