Páginas

11 de mai de 2010

PRESO O SUSPEITO DE ESTUPRAR DENTISTAS EM BH

A polícia conseguiu localizar e prender Arquimedes de Abreu Filho, 50 anos, suspeito de estuprar dentistas. Ele foi capturado na manhã desta terça-feira (11) em Justinópolis, distrito de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o homem foi detido quando se preparava para fazer mais uma vítima e confessou a tentativa de estupro após ser capturado.

Ele foi preso no Bairro Lagoa, na Rua Vila Isabel. Segundo o major Júlio, do 40º Batalhão, nesta terça-feira pela manhã, Arquimedes foi até um prédio onde havia um cartaz de aluguel em um dos apartamentos. Ele chamou os moradores pelo interfone e foi atendido por uma mulher.

O suspeito disse que estava interessado em alugar o imóvel e a mulher abriu a porta. Assim que ele entrou no apartamento, rendeu-a. No entanto, o marido da vítima estava em casa e ouviu os gritos de socorro.

Ele conseguiu imobilizar o estuprador e acionou a polícia. Ainda de acordo com o major Júlio, Arquimedes usava uma identidade falsa, mas foi reconhecido pelos militares.

Lavras

A escalada de terror protagonizada por Arquimedes teve o seu começo em Lavras. A revelação foi feita pelo delegado regional da 30ª Delegacia de Polícia Civil de Lavras, Dr. Cleber José Pevidor, que em entrevista exclusiva ao Portal Lavras 24 Horas na semana passada, contou detalhes dos crimes praticados pelo suspeito, responsável por violentar e estuprar profissionais de consultórios odontológicos localizados em Belo Horizonte em março deste ano.

De acordo com Dr. Cleber, o primeiro crime praticado pelo maníaco aconteceu no dia 10 de fevereiro, em um prédio localizado em uma travessa da rua Misseno de Pádua, no centro de Lavras. Na ocasião, ele invadiu a garagem de um imóvel e rendeu uma moradora que estacionava seu veículo. A mesma foi amarrada e teve todos seus pertences roubados.

O outro crime praticado pelo suspeito ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando o mesmo, fazendo-se passar por um paciente, atacou uma dentista em um consultório no centro da cidade. A vítima foi amarrada e amordaçada e teve R$ 300,00 roubados. Arquimedes é responsável também pelo roubo de uma carteira de um jovem lavrense em uma lanchonete. O documento do rapaz era utilizado pelo suspeito para marcar consultas nos consultórios odontológicos de BH.

Na ocasião, Dr. Cleber Pevidor alertou para o fato que Arquimedes de Abreu Filho representava um perigo para a sociedade, pois se trata de um sujeito “frio e articulado”. Ele informou que a família do suspeito reside em Lavras, mas que se mantinha isolada dada a repercussão do caso.

O delegado afirmou naquela ocasião que temia pela vida de Arquimedes - caso ele fosse preso na capital mineira, por considerar arriscado mantê-lo próximo a outros detentos, dado o seu histórico criminal de estupros, o que para a população carcerária é imperdoável.

Em Lavras, Arquimedes de Abreu Filho é foragido e está com prisão preventiva decretada e já esteve preso em Alfenas, no antigo Cadeião. Hoje o suspeito não possui dois dentes na parte frontal da arcada.



Nenhum comentário: