Páginas

23 de out de 2009

ACUSADOS DE FURTO A TRANSEUNTE SÃO PRESOS PELA PMMG

Em 22 de outubro de 2009, às 23:30, na cidade de Oliveira/MG, os Policiais Militares de serviço, durante patrulhamento preventivo pelo bairro são Sebastião, depararam com os indivíduos WELLINGTON JUNIOR DA SILVA, 28 anos, vulgo “JUNINHO CHACAL” e MARCELO MOREIRA MORAIS 18 anos, vulgo “TOCO” transitando a pé pela Rua Teodoro Ribeiro da Silva, Bairro São Sebastião, os quais ao avistarem a viatura policial, evadiram-se em desabalada carreira, pulando para o quintal de uma residência ali existente e no momento em que os policiais averiguavam o comportamento suspeito dos citados indivíduos, o ofendido “O. A. A.”, 44 anos encontrava-se no portão do Quartel PM, queixando que havia sido vitima de furto nas proximidades do “Campo do Flamengo” e que os autores seriam os indivíduos “MARCELO” E “WELLINGTON”.

Com o apoio da outra viatura policial, foi realizado um cerco no quarteirão, onde os militares depararam com os acusados acima relatados saindo do quintal de um dos domicílios da Rua Marcos Ormindo Mendonça, sendo que os autores após avistá-los pularam o muro do referido estádio, entretanto foram localizados na Rua Íris Teixeira de Castro no mesmo bairro, os quais correram, contudo as equipes lograram êxito em localizá-los no quintal de um domicilio na Rua Paulo Ribeiro/São Sebastião.

A vitima informou aos policiais que quando transitava a pé pela Travessa Maria Manoela Melo, Bairro São Sebastião, o “Juninho Chacal” abordou-lhe alegando que iria lhe arrumar uma “mulher de programa”, conduzindo-o para o recinto de uma residência no local, onde já havia um outro individuo aguardando supostamente sendo o cidadão “Toco” e que após alguns instantes ali chegou mais três indivíduos não identificados, os quais juntamente com “Juninho Chacal” e “Toco” rodearam a sua pessoa e subtraíram do bolso da bermuda que trajava, a sua carteira de couro cinza, contendo a quantia de R$ 450,00 (quatrocentos e cinqüenta reais) em dinheiro; um isqueiro sem marca, de cor preta e alguns cartões magnéticos de movimentação de conta corrente do Banco do Brasil, Bradesco, Banco Itaú. Após concretizarem o furto, trancaram-lhe no interior do citado domicilio e fugiram dali. Os acusados negaram a autoria do furto, não sendo encontrado nada em poder dos mesmos, depois de procedido busca pessoal.

Diante do exposto os acusados foram presos em flagrante delito, lido os seus direitos constitucionais e encaminhados para Delegacia de Polícia, onde foram liberados.

Na manhã de 23/10/09, por volta das 09:00, uma senhora acionou a PMMG alegando que o “Juninho Chacal” e o “Toco” estavam próximos à sua residência em atitudes suspeitas, com a chegada dos Policiais, ambos fugiram.

Nenhum comentário: