Páginas

10 de fev de 2010

CRIMINALIDADE COMBATIDA EM LAVRAS/MG

Em 09 de fevereiro de 2.010, às 06:13, na cidade de Lavras/MG, os militares receberam denúncia anônima, informando que um adolescente, 17 anos, juntamente com outro cidadão, os quais estariam fazendo tráfico de drogas na Rua Antônio Donizete, Jardim América.

De posse de Mandado de Busca Apreensão, os militares deslocaram até o local, sendo abordados no interior do imóvel, os menores.

Na sala foram localizados dois rádios comunicadores, marca Motorola, os quais encontravam na freqüência da Polícia Militar.

Foi localizado no quarto uma porção de semente de maconha, diversos saquinhos, para embalar drogas, um aparelho celular marca Sony Ericson, modelo walkman, um aparelho celular marca LG, um aparelho de DVD, uma televisão, três facas, R$1.100,00 (Mil e cem reais), duas munições calibre .38 intactas, uma bicicleta tipo cross.

Também foram localizados 04 pássaros da fauna silvestre, pelo que a Policia Militar do Meio Ambiente foi acionada e fez o recolhimento dos pássaros bem como de suas armadilhas, lavrando os termos correspondentes.

Os adolescentes infratores 15 e17 anos foram apreendidos e conduzidos até a Delegacia de polícia para as demais providências. A genitora do adolescente de 17 anos acompanhou o desenrolar da ocorrência.


DICAS PM INTERATIVA:

A base para o não ingresso dos jovens nesse mundo quase sempre sem volta está na família e na escola. A primeira deve dialogar, conhecer as amizades, esclarecer sobre o perigo das drogas, e ensinar valores humanos e valorização da saúde e da vida. A segunda pode promover palestras, depoimentos, visitas de policiais, médicos entre outros profissionais que estão diretamente envolvidos no processo de prevenção das drogas e tratamentos.

No entanto, quem mais tem contato com o aluno são os professores, desse modo cabe a ele sempre que possível abrir momentos para discussões acerca do assunto, o tema não é de incumbência somente de determinadas disciplinas, mais sim de todas. O professor desenvolve um grande poder de influência, além de ser um formador de opinião, e é justamente nesse contexto que insere o seu papel.

Diante desse fator o educador pode implantar atividades vinculadas ao tema, muitos professores e também grande parte das direções pensam ou indagam sobre o conteúdo programático e o tempo gasto para concluí-los e que as pausas para as discussões sobre o tema podem prejudicar, esquecem que a palavra “educação” é bem mais abrangente, trata-se da formação do indivíduo como um todo de maneira que possa integrar a sociedade pronto para a vida. Se a função da escola é educar, por que não ensinar as nossas crianças, adolescentes e jovens sobre o risco que correm no uso de drogas?

Em suma, o problema é bastante complexo e requer a participação efetiva dos pais e dos professores com respaldo dos donos de escola, no caso particular, e do poder público nas instituições públicas, uma coisa é certa, a base para o problema está na educação.

Nenhum comentário: