Páginas

25 de jan de 2010

PMMG NÃO DÁ TRÉGUA AO TRÁFICO DE DROGAS EM LAVRAS/MG

Em 23/01/2.010, às 14:02, na cidade de Lavras/MG, a PMMG após receber denúncias de que o autor “Marlon Vítor Messias”, 28 anos, Comerciante, estava traficando drogas usando o método disque-entrega, utilizando para tal um veículo Fiat/Tipo, cor vermelha, placa GSE-3000, ou duas motocicletas, sendo ambas marca Yamaha, modelo YBR, cor preta, placa HBC-4584 e outra cor prata, placa HBC–5343.

Diante de tais informações preciosas, a PMMG deslocou até à Rua Chagas Dória, Centro, onde abordou o veiculo Fiat/Tipo, sendo o mesmo conduzido pelo autor, momento em que o veículo foi abordado e foi realizada busca pessoal no condutor, no que foi encontrado no bolso da bermuda do mesmo dois papelotes de substância semelhante a cocaína e um outro papelote da mesma substância na carteira do autor, sendo ainda encontrado em poder do mesmo a quantia de R$572,00(Quinhentos e setenta e dois reais) , em dinheiro trocado e também 17(dezessete) comprovantes de depósitos bancários, totalizando R$10.975,00 (Dez mil, novecentos e setenta e cinco reais), em determinada conta corrente do Banco Real.

Foram localizados ainda no interior do veículo, dois aparelhos celulares, marca Nokia, os CRLV das motocicletas denunciadas e o CRLV do Fiat/Tipo, sendo os objetos e o veiculo apreendidos e o autor preso em flagrante delito, tendo resistido a prisão, sendo necessário o emprego de força física moderada para contê-lo e o uso de algemas.

Após o fato, foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência do autor, não sendo encontrado nada de irregular, só que momentos antes da abordagem do autor, a equipe do tático visualizou o “Marlon” entrar na residência de seus avós, situada à Rua Chagas Dória, Centro.

Foi realizado contato com um tio do autor que autorizou à entrada no imóvel, onde foram realizadas buscas, sendo localizada na sala de estar, debaixo de uma almofada que estava no chão, aproximadamente 52 (cinqüenta e duas) gramas de substância branca, aparentando ser cocaína, acondicionada em um plástico transparente. Ainda foi localizado um papelote, aparentando ser da mesma substância, a qual estava em um pequeno pote de plástico transparente, juntamente com 43 saquinhos de sacolé (‘chup-chup”), utilizados para embalar drogas; uma colher de café, geralmente utilizada para fazer medida da droga.

Nenhum comentário: