Páginas

6 de nov de 2009

LAVRAS FAZ PLANO EMERGENCIAL PARA ENFRENTAR AS CHUVAS


Em casos de chuvas intensas, Lavras está preparada para enfrentar enchentes e deslizamentos? Quantas famílias estão em áreas de risco? A cidade dispõe de materiais e equipe de apoio para socorro? Essas foram algumas questões levantadas em reunião na manhã desta quinta-feira, 5 de novembro, na sala de reuniões da Secretaria Municipal da Promoção da Cidadania, que contou com a participação de Secretários Municipais, representantes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, Defesa Civil, Conselho Municipal de Defesa Civil, CRAS, Cruz Vermelha e Rotary Clube.

A reunião teve como objetivo a implantação de um Plano Emergencial Pluviométrico de Lavras, de forma a garantir uma atuação conjunta e organizada de todos os grupos envolvidos na defesa de famílias afetadas em casos de danos e prejuízos. Além das ações emergenciais, o grupo defendeu a criação de um Fundo Municipal de Defesa Civil, a criação de campanhas preventivas junto à comunidade para serem veiculadas na mídia e envio de ofício para a Secretaria Municipal de Obras para ações de rotina e fiscalização de construções em área de risco, com a remoção imediata de algumas famílias das áreas mais graves.

A partir de agora, ao acionar o Corpo de Bombeiros em busca de socorro devido aos danos causados pelas chuvas, a comunidade deverá contar com uma rede de apoio estruturada, para remoção de famílias e atendimento imediato, ficando definido:

- As dependências da Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Turismo (Selt) para acomodação de vitimados, que de estrutura necessária;

- A criação e treinamento de Brigada Voluntária da Cruz Vermelha, com apoio do Corpo de Bombeiros, para ação imediata, com preparação para ação na distribuição de roupas, alimentos, material de higiene, cestas básicas, telhas etc.

As demais ações do Plano Emergencial Pluviométrico de Lavras serão discutidas na próxima reunião, prevista para o dia 23 deste mês às 9h30, na sede da Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania.

(Reunião envolvendo entidades)



ORIENTAÇÕES DA DEFESA CIVIL EM CASOS DE CHUVAS INTENSAS


- Seja rápido em casos de inundações, desabamentos e soterramentos; havendo algum barulho estranho, rachaduras nas paredes etc, saia imediatamente de sua residência;

- Quem mora às margens de rios e próximo a encostas, que ofereça risco, também deve sair de casa; procure manter a calma acima de tudo; providencie a saída do local e retirada das pessoas que ainda estão correndo risco; se possível, providencie socorro às vítimas;

- Se você mora perto de córregos e rios, mantenha uma pessoa atenta ao nível de subida das águas, mesmo à noite. E em casos de súbita elevação das águas, transmita alarme aos vizinhos;

- Fique atento à movimentação do solo e ao aparecimento de trincas e rachaduras, pois podem representar perigo; tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso. Cuidados com aparelhos elétricos, quando molhados (ou úmidos) tornam-se perigosos. É melhor desligar a energia;

- Nas ruas, evite abrigar-se sob árvores. Elas atraem raios e os galhos podem feri-lo caso caiam; nunca atravesse ruas alagadas ou com enxurradas, mesmo estando de carro, moto ou bicicleta, pois a força da água pode arrastá-lo;

- Mas no caso de ser levado pelas águas, procure agarrar-se m algum obstáculo; as águas de enchentes são pesadas e violentas, mesmo que você saiba nadar bem, não se arrisque em travessias ou brincadeiras;

- Cuidado com as marquises, elas podem estar em péssimo estado de conservação e desabar;

- Se estiver em veículo, procure um local alto e espere o nível da água baixar; não pare o carro perto de árvores ou postes porque eles podem cair com a força do vento; poças de água podem ocultar crateras; não ande ao lado de caminhões e ônibus, a marola provocada por eles pode inundar o seu carro;

- Se seu mobiliário tiver de ser transportado para um abrigo, procure etiquetá-lo ou identificá-lo de alguma forma; Siga corretamente todas as recomendações dos órgãos responsáveis pelo seu resgate. Eles o ajudarão na retirada de seus bens e salvarão sua vida.


Assessoria de Comunicação Organizacional do 8.º BPM

Nenhum comentário: