Páginas

3 de nov de 2009

MOTORISTA INABILITADO ATROPELA E MATA DUAS SENHORAS EM OLIVEIRA/MG

Em 01 de novembro de 2.009, por volta das 20:30 na cidade de Oliveira/MG, a PMMG foi solicitada a comparecer à avenida Maracanã, no encontro com a Alameda Dr. Cícero de Castro Filho, (trevo urbano conhecido como “Pirulito”), onde um veículo em alta velocidade teria atropelado duas pessoas e em seguida caído dentro do córrego Maracanã.

No local, os militares comprovaram a veracidade dos fatos, sendo informado por testemunhas que o veículo VW/GOL, placas GYR-3775, cor prata, seguia pela citada alameda, em velocidade incompatível com a via, quando ao se aproximar da avenida Maracanã, não conseguiu efetuar uma curva, subindo no passeio do trevo do “Pirulito”, atingindo violentamente as vítimas que estavam atravessando o local, sendo elas: Maria da Consolação Carvalho, 54 anos, e sua irmã Geralda de Carvalho, 63 anos.

No impacto, as vítimas foram lançadas por mais de dez metros, atingindo o leito do córrego, enquanto o veículo, ainda sem controle, também caiu no citado córrego, contudo, bem distante do local das vítimas.

Uma equipe médica do Pronto Atendimento Municipal compareceu rapidamente no local, relatando aos militares o falecimento da Sra. Maria da Consolação decorrente do atropelamento e queda, vindo a socorrer ainda com vida a Sra. Geralda de Carvalho, tendo seus sinais vitais bastante críticos, porém ao chegar na referida casa de saúde, veio a entrar em óbito.

Ainda segundo relato das testemunhas, um cidadão trajando blusa azul, aparentando ser bem jovem foi visto saindo do veículo de dentro da água, ganhando a Avenida Maracanã, tomando sentido ao terminal rodoviário. Posteriormente, uma denúncia anônima via 190 informava que uma caminhonete Mitsubishi, cor prata, placa GYR-3035, deu carona a um jovem com as mesmas características do suposto autor dos fatos, passando as coordenadas à Polícia Militar, informando que esta citada caminhonete acabara de entrar na garagem de uma residência da Rua Dr. Carlos Bernardes Costa, bairro Dona Sinhaninha.

De posse das informações, uma guarnição deslocou ao endereço, fazendo contato com o Sr. Olegário Leite Reis, tendo este informado ser o proprietário do veículo acidentado e também do carro que deu apoio na fuga do autor do atropelamento, que é seu filho, André Junqueira Reis, 18 anos, inabilitado, confirmando ser ele que estava na condução do automóvel no momento do fatídico acidente.

O Sr Olegário não apresentou seu filho, tampouco disse sua localização, alegando aos militares ter sido orientado por seu advogado a apresentá-lo na Delegacia local em 02/11/09.

Compareceu no local do acidente, a Perícia Técnica que realizou seus trabalhos de praxe, liberando o corpo da vítima Maria da Consolação para funerária Santa Cruz.

A PMMG registrou o Boletim de Ocorrência e lavrou 04 Autuações de Trânsito pertinentes, tendo tudo sido encaminhado a Delegacia de Polícia da Comarca de Oliveira.

14 comentários:

BLOG DO CB CLÁUDIO SANTOS disse...

vamos ver o que vai rolar de agora em diante!

Anônimo disse...

Duvido que vai dar em algo. Agora, se fosse um pobre igual eu... tava ferrado!!! Justiça

Anônimo disse...

É insustentável tal atitude do pai do André, o Sr.Olegário agiu, tanto, se não igual ao seu filho. Uma atitude covarde por parte de um homem com influências, na pequena cidade de Oliveira. No mínimo deveria ter punido seu filho e não acobertado tal fato de tamanha repercusão.Foram duas vítimas inocentes da irresponsabilidade do infrator,pergunto se fossem as senhoras repito, as senhoras das famílias Junqueira e Reis. o que aconteceriam? Nada, porque rico não anda a pé e sim em alta velocidade. Passando por cima de tudo e sobre tudo o que estiver na frente e simplesmente foge covardemente para se livrar do fragante. Esse é o nosso país.

Oni Presente disse...

Parabéns pelo belo trabalho, que permitiu localizar o assassino em tempo. Segundo se comenta na cidade, o "garoto" estava vindo da cidade de Carmo da Mata, onde participava de um festa regada com bastante bebidas.

Anônimo disse...

é realmente um absurdo, por isso o nosso Brasil não vai pra frente. Uma familia de gente que acha que tem muita coisa, e que pode fazer o que quiser. Agora o garotinho do papai ganha outro carro e sai matando mais pessoas inocentes. Bebado, e sem carteira e nao da nada pra ele, se fossem pobres, trabalhadores como nos tavam fudidos, e na cadeia por homicidio doloso que foi o q ele cometeu, e pior ainda nao foi capaz nem de dar socorro, ou ao menos ligar pra ambulancia pra pedir pra ajudarem , como se as duas senhoras fosem dois cachorros, que tanto faz morrerem ou nao. Mas pra eles é assim, so interessam eles e só.
Pra mim ele tinha que ta na cadeia, e nao solto passeando por ai. se fosse da minha familia eu matava ele.

Anônimo disse...

Onde vamos chegar com toda essa barbaridade toda!
Eu estava la na hora do ocorrido e vi tudo!
Ainda tem pessoas que nem liga pro sentimentos dos outros,vi muitas pessoas rindo,tirando foto.Pq essas pessoas nao se coloca no lugar da familia???
Eu fiquei muito comovida!
Na hora,em primeiro lugar pensei na minha familia,nas pessoas que eu conheço,e na dor das familias!
Pensa gente,todos la no cemiterio no dia seguinte visitando os entes que ja se foram,e a familia delas velando os corpos naquele dia tao triste!

Tudo bem que o Andre estava totalmente ilegal,mas acho que como ele ou qualquer pessoa nao faria isso de proposito!
Ele errou??Sim.Mais ele vai pagar!
Nao com a vida delas que infelizmente nao voltam mais,neim com dinheiro,porque dinheiro nao paga a vida de ninguem, e sim com sua conciencia!
OLIVEIRA vamos abrir nossos olhos e acorda pra realidade,nossa cidade que era tao calma ta ficando igual uma capital(tudo bem que so cresce em malandragem)
Será que é isso que vem no futuro dessa cidade????
Obrigada a todos que prestaram ateçao no que eu comentei acho que essa e a nossa realidade!

Anônimo disse...

Cabe somente a policia e a justiça julgar o garoto e os atos que cometeu....a familia das falecidas senhoras devem estar em desespero e com razao...mas é um sofrimento tambem da familia do garoto...nao julguem a atitude do pai dele e se ponham em seu lugar...um filho de 18 anos pede ajuda por ter cometido o maior erro de sua vida!!!que pai nao ajudaria?que mae viraria as costas?nao estou em defesa da menino...mas nao julguem ninguem...todos somos passveis de erros e so a Deus cabe nos julgar...e tambem quero deixar registrado que nao sou parente e neim mesmo conheço esta familia...

Anônimo disse...

isso nao vai dar en nada porque o sistema nao funciona quando se trata de pessoas influentes e de nomes pesados infelismente foi mais duas que morreu vitima de irresponsabilidade de filhos de papai com carro novo enquanto o pobre sai com seu carrinho velho pra trabalhar ai a policia prende mas os riquinhos passa na praça sem carteira e de menores com motos e carros novos fasem vista grossa mas nao culpo a policia mas sim as autoridades superiores que agem assim e que nao aconpanhar paga o preço presto aqui minha solidariedade a familia em luto que DEUS conforte os

Anônimo disse...

Para apoiar o filho não necessariamente o sr. todo poderoso precisava dar fuga para o filho, e muito menos participar da fatalidade em dar um carro para um inabilitado.Mas sim em primeiro momento em socorrer as vítimas. E ainda teve a cara de pau em comparecer ao velório das vítimas. Se eu fosse da família das vítimas entraria era com um processo de indenização contra esses bambans da cidade.E mais uma vez parabéns pela ação militar da cidade que não se deixou contranger pelo fato do infrator ser uma pessoa rica.

Anônimo disse...

Como o pai conseguiu ter a cabeça fria em prestar ajuda ao filho a fugir. Como cosegue dormir, colocar a cabeça no travesseiro todas as noites sabendo que o seu filho fez. Gente ele MATOU duas pessoas convardemente, como dois cachorros. Não julgo ninguém, mas cada cabeça tem sua sentença. O dinheiro nao compra o conforto espiritual. Isso por mais que fique impune, ficará uma cicatriz profunda em sua alma, por resto de sua vida.

Anônimo disse...

A pena desse garoto deveria ser algum trabalho comunitario, com pessoas carentes, para poder aprender o que e a vida, pois sua familia nao o ensinou. Acho que o maior culpado e seu pai, pois entregou um veiculo para uma pessoa inabilitada. Este tambem deveria cumprir a mesma pena que o filho.
Quanto as vitimas, que eram minhas amigas, tenho certeza que elas estao nos bracos do PAI, pois criam no SENHOR JESUS.

Anônimo disse...

Fizerao isso pois estavao muitos bem informados, por um adivogado muito qualificado, garanto que todo pai faria isso, protegeria teu filho, numa situaçao como essa, o menino estava desesperado e nao sabia o que fazer!No entanto que foi procurar ajuda com seu pai, e nao imaginava a gravidade do problema. Ele ja se apresentou a policia, a propria Delegada falou, que ele parece ser um menino bom, muito tímido, nunca teve passagem pela polícia, e jamais iria cometer um crime Doloso. Pagar por isso ele vai pagar, de uma forma ou outra podem ter certeza que vai custar para ele. Mas nao podem ficar jugando o menino sem saber quem ele é!

Anônimo disse...

Em alguns comentários acima, foi colocado a questão de se posicionar no lugar das famílias, o que o André fez, realmente não tem justificativa, mas ninguém está livre de cometer tal ato. Não cabe a ninguém julgar outro ser semelhante, não estamos aqui para isto, quem muito o ataca, deveria pensar que se não é ainda pai ou mãe um dia pode vir a ser e Deus queira que não passe por tal provação. O que ele fez não tem volta, ato como o dele vem sendo mais e mais freqente em nosso município. Onde será que está a falha??? Só dos pais do André e de outros tantos?? Não! O poder publico também tem sua parcela de culpa, e algo precisa ser feito antes que mais pessoas se tornem vítimas. Atitude já!!!!!!

Anônimo disse...

Concordo com os dizeres acima, julgar não é o melhor caminho. Ele não é assassino, o que aconteceu foi uma fatalidade, ele errou, mas não intencional. Assassino seria se ele tivesse pego uma arma e atirado contra a vida do próximo. Há alguns anos atras,outro acidente com vitima fatal foi ocorrido em Oliveiri, no final da Avenida Maracanã, me recordo bem que o motorista voltava do Bar Zé Leiteiro e a única diferença do André, ele era habilitado. Na ocasião ele foi preso? Teve sua CNH cassada? Tenho certeza que não!